domingo, 20 de novembro de 2011

Preso o assassino de Cabo Hipólito


Preso o assassino de Cabo Hipólito

Mega operação policial terminou no final da tarde de ontem, 17 de novembro, e culminou com a prisão de Roberto Leres da Silva



Mais de 100 policiais participaram ontem de uma mega operação na cidade de Rio Verde, que buscava encontrar Roberto Leres da Silva, de 25 anos, vulgarmente conhecido no mundo do crime por Japão. Roberto é acusado de ter sido ao autor dos disparos que vitimaram na quarta-feira o cabo Hipólito, policial militar.


Roberto Leres da Silva foi encontrado na Vila Menezes, abrigado em uma residência no local por Jaílson Batista Rocha Júnior, que também foi preso. Ele é suspeito de ser o responsável por tentar tirar Roberto da cidade, fugindo das garras da Polícia.


Após a prisão, Roberto confessou o crime e indicou aos policiais onde estava escondida a arma usada para atirar contra Cabo Hipólito. O outro bandido envolvido no crime que vitimou o policial, Maílson do Lago, está internado em estado gravíssimo no Hospital de Urgências de Santa Helena.


Clicando no ícone “Vídeos”, logo acima, você confere as reportagens da TV Riviera sobre a operação que culminou na prisão do assassino de Cabo Hipólito. O crédito para a foto do assassino é de Ely Nogueira, do site Plantão Policial RV.

Comentários publicados

roseny
18/11/2011 às 14:38:57
achei super fantastica a mega operacao policial que se formou para capiturar o assassino,moro na vila menezes e numca vi nada igual mas poderia ser assim tambem quando matam um pai de familia...parabens a policia pela eficiençia..
Antônio Júnior
18/11/2011 às 13:54:37
Lamentável o fatídico episódio que arrebatou a vida do Cabo Hipólito. O fato chama a atenção para a negligência dos policiais de um modo geral para com os cuidados que sua nobre e arriscada profissão requer. Na ocasião do confronto, o Cabo Hipólito não estava usando seu colete. E pelo jeito isso é um hábito comum da corporação pois, segundo informações prestadas à TV RIVIERA por um integrante da PM, o acessório gera desconforto de toda ordem aos policiais (calor excessivo etc). O uso do colete deve ser de uso obrigatório por conta dos riscos próprios da profissão. Deve haver, portanto, conscientização nesse sentido para evitar danos irreparáveis como no caso em comento. Desconforto maior, por certo, será o da família do militar que ora chora a morte de seu ente querido. Outro ponto digno de nota foi o esforço empreendido pelas polícias (militar e civil) para localizar e prender o desditoso marginal autor do homicídio do Cabo Hipólito. A corporação de Rio Verde (auxiliada por policiais da Capital) mobilizaram para cumprir o desiderato: prender o bandido. E cumpriram. Não há, acredito, registro nessa cidade de uma operação tão diferenciada, incisiva e eficaz como a que ocorrera. Justa e necessária, registre-se. A criminalidade, certamente, não estaria campeando solta em Rio Verde se houvesse o mesmo esforço envidado pelas autoridades policiais na elucidação de crimes dessa natureza, ou não, que acometem pessoas do povo (cidadãos comuns). Tal comprometimento, no entanto, não se observa no dia-a-dia, o que é lamentável sob todos os aspectos. Por fim, o presente caso nos remete a uma reflexão acerca do caráter ressocializador da pena diante de um sistema prisional pernicioso e falido. Será que esse marginal, Roberto Leres da Silva, 25 anos, sairá apto ao convívio social após cumprir sua pena? Receio que não. A sociedade, por sua vez, envolta em grande comoção decorrente do fato e cansada de ver injustiças onde deveria haver Justiça, sugere a pena maior (de morte) em casos como tal. Referido clamor popular esbarra em nossa Constituição Federal (Art. 5º, inciso XLVII, alínea “a”), mas, cá entre nós, bem que poderia haver uma brecha na lei. Que Deus recepcione com pompas o aguerrido Cabo Hipólito e lhe proporcione um merecido descanso. À família enlutada, meus sinceros pêsames.
Gustavo
18/11/2011 às 12:58:14
Este é um caso de repercursão porém será que não existem mais por ai que ninguém anuncia na mídia? Bom prefiro acreditar que ele será julgado mas não será novidade se ele aparecer com a boca cheia de formiga daqui uns 2 meses.
Vitor
18/11/2011 às 12:53:41
Sinto muito pela morte do policial e fico realmente aliviado com a prisão de mais um bandido. Mas sera que vamos ver alguma mega operação quando um vagabundo tirar a vida de um pai de familia que nao seja policial ou alguem importante politicamente? Eu nunca vi mas espero que isso mude e nao tenha que morrer mais nenhum policial para termos outra mega operação para prender bandidos que estão tomando conta de nossa cidade.
Débora
18/11/2011 às 12:12:23
É coincidência ou só porque foi um policial que morreu, que teve buscas tão rigorosas e obteve sucesso rápido?
Renato Haro
18/11/2011 às 12:06:17
Ó coitado...
Renato
18/11/2011 às 11:48:51
O Unico problema dos policias em Geral e que quando querem prender o trabalho e feito ne mais quando e para fazer qualquer outra coisa nada e feito como se diz entra por um ouvido e sai pelo outro. Ta certo que morreu um policial mais precisa morrer um policia para a policia fazer uma mega operação... Mega operação deveria ser feito todos os dias garanto que nao teria o tanto de bandidos e marginais que tem em Rio Verde.
henrique
18/11/2011 às 11:21:47
Que bom que foi preso, mais fico com uma pergunta: Se fosse o comerciante, ou um pai de família, será que ele estaria preso agora? será que tinha juntado mais de 100 policias para prender ele? isso no mostra que quando a policia quer ela consegue...
joelma
18/11/2011 às 11:11:31
achei a operação que fizeram exelente, mas na minha opinião nao deveriam fazer essas operações quando se tratarem apenas de morte de policiais mas sim de qualquer ser humano, pq todos nos temos direitos iguais de justiça.
Lu.moraes
18/11/2011 às 11:06:37
Eu como comerciante da cidade,gostaria de saber mais detalhes:por exemplo esse moço trabalhava aqui?ou estava aqui só para praticar crimes?
Leidiane
18/11/2011 às 11:00:16
Direitos Humanos? Ele não pensou nos direitos humanos quando tirou a vida do Cabo Hipólito!!!
regina
18/11/2011 às 10:19:51
sabemos que a polícia sempre esta pronta para matar ou morrer pois eles são sabedores disso quando fazem juramento , e isso implica dizer que tirar a vida de quem quer que seja, jamais será correto.
angela
18/11/2011 às 08:56:59
será q ficara vivo... tomara q não!
18/11/2011 às 08:53:15
Meus parabéns a polícia militar que se empenhou e conseguiu pegar esse assassino que gerava riscos para a sociedade. Só espero que a justiça seja feita. Porque de nada adianta, o esforço que os nossos policiais fazem, e a justiça não ser feita, ou por muitas vezes ser feita de forma incorreta deixando esses meliantes soltos na rua. Vamos lá juiza e promotor, usa tudo que vcs aprenderam estudando que nem loucos para chegarem aonde estão e sejam justos colocando esse infeliz atrás das grades e deixando ele mofar na cadeia sem regalias... E que vá pro inferno os direitos humanos!!!!

Nenhum comentário: