janeiro 03, 2012

Só saímos mortos”, diz líder dos militares em greve


  Os policiais e bombeiros militares decidiram não acatar a determinação da Justiça, que os obriga a acabar com a paralisação. No início da noite desta segunda-feira (2), a desembargadora Sérgia Miranda determinou o retorno imediato dos manifestantes ao trabalho.

“Só sairemos daqui mortos ou com a vitória”, disse o presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiros do Ceará, Flávio Sabino, em relação à ordem de desocupação da 6ª Companhia do 5º Batalhão, no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza. O presidente da Associação deu entrevista exclusiva ao Jangadeiro Online sobre a decisão de resistência dos manifestantes.

A desembargadora determinou a reintegração de posse de todos os patrimônios tomados pelos manifestantes. Os homens do Exército que fazem a segurança em Fortaleza, nos últimos dias, devem atuar na recuperação dos bens do estado e na desocupação.

Paralisação

A paralisação foi deflagrada na última quinta-feira (29). Desde então, vem ganhando força no Interior do Estado e entre os diversos pelotões. Com parte dos protestos, viaturas foram tomadas e quarteis ocupados pelo grupo, que já soma quase 80% da corporação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário