setembro 29, 2012

Hebe Camargo morre aos 83 anos.


Hebe fez várias cirurgias e tratamentos após descobrir câncer em 2010.
Consagrada como apresentadora de TV, ela começou a carreira cantando.

Nos últimos dois anos, Hebe passou por várias cirurgias e tratamentos contra o câncer (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

setembro 27, 2012

Mulher que cortou barriga de grávida ficou com medo de perder o marido.

Mãe passou por cirurgia e bebê está sendo alimentado com leite doado
A mulher, que cortou a barriga de uma grávida para roubar a criança, estava com medo de perder o marido. Segundo o delegado Adriano Félix, a suspeita vai ser indiciada por tentativa de homicídio.

—A partir do momento que o médico informou que ela não estava grávida e sim com um mioma, ela ficou apavorada e queria um filho, tendo em vista que estava com medo do marido largá-la por não estar grávida.

Ela está em uma cela especial isolada das outras presas. A recém-nascida está em observação em uma maternidade na zona leste de Manaus, no Amazonas. Ela é alimentada com leite materno doado. Ela passa bem e já foi batizada. A menina vai se chamar Ana Vitória.

A criança estava para nascer, quando a mãe, Odete Barreto, de 22 anos, foi raptada por Daiana dos Santos,de 21 anos. A vítima foi atingida com uma tábua na cabeça e desmaiou. Com uma lâmina de barbear, Daiana abriu a barriga da gestante e retirou a criança. O cirurgião Décius Cunha informou que a vítima se recupera de uma cirurgia.
—Ela perdeu muito sangue. Ela precisa de cuidados ainda. 
O caso

Um cinegrafista amador registrou o desespero dos moradores do bairro logo depois do nascimento da criança. A vizinha, que todos achavam que estava grávida, recusava-se a entregar o bebê que dizia ser dela.
No entanto, a verdadeira mãe da criança foi encontrada dentro da casa. Odete estava ferida, embaixo de uma caixa e foi levada em estado grave para o hospital.

Segundo a polícia, a suspeita tentou roubar a criança logo após descobrir que não estava grávida, como imaginava. Para atrair a gestante até a casa, a mulher, que fez o parto à 
força, prometeu dar roupas ao bebê.

FONE:http://noticias.r7.com/cidades/noticias/mulher-que-cortou-barriga-de-gravida-ficou-com-medo-de-perder-o-marido-20120927.html 

Foragido do presidio de Acreuna - GO.


Cabo Bruno é assassinado um mês após sair da prisão53.

Foi assassinado no fim da noite desta quarta-feira (26) em Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba, em São Paulo, o ex-policial militar Florisvaldo de Oliveira, 53. Conhecido como Cabo Bruno, ele estava em liberdade há pouco mais de um mês depois de cumprir pena acusado por dezenas de homicídios cometidos na década de 80 na capital paulista.
Ex-policial Florisvaldo de Oliveira, conhecido como cabo Bruno
De acordo com a Polícia Militar, ele chegava em casa com a família, por volta das 23h45, na rua Doutor Álvaro Leme Celidônio, no bairro Quadra Coberta, quando foi surpreendido por dois homens armados.
"Ele havia participado de um culto em Aparecida com a esposa, um genro e uma filha. Os parentes contaram que ele desceu do carro para abrir o portão da garagem de casa quando foi atingido por vários disparos", informa o investigador Marcelino Salvador, da delegacia do município.
Os tiros atingiram principalmente a cabeça e o tórax da vítima. Ele morreu no local do crime. Cerca de 20 cápsulas de bala de diferentes calibres foram recolhidas pela polícia para perícia. "Pela quantidade de disparos é possível que ele tenha sido vítima de execução, mas isso só vai poder ser confirmado depois das investigações", afirma.
Testemunhas contaram à polícia que os criminosos correram até um carro prata que estava estacionado nas proximidades e fugiram. Ninguém ficou ferido, e nada foi roubado. O corpo do ex-policial foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Pindamonhangaba.

Liberdade

Depois de sair da prisão, Florisvaldo de Oliveira passou exatos 34 dias em liberdade até perder a vida. Saiu da Penitenciária de Tremembé na tarde do dia 23 do mês passado. Ele  foi beneficiado por um decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff em 2011 que concede liberdade a quem cumpriu mais de 20 anos de prisão e tenha tido bom comportamento.
Cabo Bruno foi expulso da PM e preso em 1983. Chegou a fugir três vezes. Ao todo, passou 27 anos atrás das grades acusado de liderar um grupo de extermínio nos anos 80 que atuava na zona sul de São Paulo e que tinha o apoio de comerciantes da região. Ele dizia ter cometido pelo menos 50 assassinatos. Florisvaldo foi condenado pela justiça a 117 anos de prisão.

Religioso

O ex-policial militar, considerado o justiceiro mais temido da capital paulista na década de 80, morreu três dias depois de ter sido empossado pastor da Igreja Refúgio em Cristo, em Taubaté.
Florisvaldo de Oliveira começou sua vida religiosa ainda na prisão, em 1991, quando se tornou evangélico. Ajudou a construir duas capelas na Casa de Custódia de Taubaté
FONTE:  http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/09/27/cabo-bruno-e-assassinado-um-mes-apos-sair-da-prisao.htm

Foi assassinado no fim da noite desta quarta-feira (26) em Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba, em São Paulo, o ex-policial militar Florisvaldo de Oliveira, 53. Conhecido como Cabo Bruno, ele estava em liberdade há pouco mais de um mês depois de cumprir pena acusado por dezenas de homicídios cometidos na década de 80 na capital paulista.
De acordo com a Polícia Militar, ele chegava em casa com a família, por volta das 23h45, na rua Doutor Álvaro Leme Celidônio, no bairro Quadra Coberta, quando foi surpreendido por dois homens armados.
"Ele havia participado de um culto em Aparecida com a esposa, um genro e uma filha. Os parentes contaram que ele desceu do carro para abrir o portão da garagem de casa quando foi atingido por vários disparos", informa o investigador Marcelino Salvador, da delegacia do município.
Os tiros atingiram principalmente a cabeça e o tórax da vítima. Ele morreu no local do crime. Cerca de 20 cápsulas de bala de diferentes calibres foram recolhidas pela polícia para perícia. "Pela quantidade de disparos é possível que ele tenha sido vítima de execução, mas isso só vai poder ser confirmado depois das investigações", afirma.
Testemunhas contaram à polícia que os criminosos correram até um carro prata que estava estacionado nas proximidades e fugiram. Ninguém ficou ferido, e nada foi roubado. O corpo do ex-policial foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Pindamonhangaba.

Liberdade

Depois de sair da prisão, Florisvaldo de Oliveira passou exatos 34 dias em liberdade até perder a vida. Saiu da Penitenciária de Tremembé na tarde do dia 23 do mês passado. Ele  foi beneficiado por um decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff em 2011 que concede liberdade a quem cumpriu mais de 20 anos de prisão e tenha tido bom comportamento.
Cabo Bruno foi expulso da PM e preso em 1983. Chegou a fugir três vezes. Ao todo, passou 27 anos atrás das grades acusado de liderar um grupo de extermínio nos anos 80 que atuava na zona sul de São Paulo e que tinha o apoio de comerciantes da região. Ele dizia ter cometido pelo menos 50 assassinatos. Florisvaldo foi condenado pela justiça a 117 anos de prisão.

Religioso

O ex-policial militar, considerado o justiceiro mais temido da capital paulista na década de 80, morreu três dias depois de ter sido empossado pastor da Igreja Refúgio em Cristo, em Taubaté.
Florisvaldo de Oliveira começou sua vida religiosa ainda na prisão, em 1991, quando se tornou evangélico. Ajudou a construir duas capelas na Casa de Custódia de Taubaté

setembro 21, 2012

Policial é flagrado ensinando menores a atirar com armas de brinquedo.

O Comando de Policiamento do Interior (CPI3) em Ribeirão Preto (SP) instaurou uma sindicância para investigar a conduta de um soldado que aparece em uma fotografia supostamente ensinando dois adolescentes a atirar. A foto teria sido registrada nesta quarta-feira (19) por um morador do Jardim Palma Travassos, Zona Leste da cidade.
A imagem mostra o policial com um revólver na cintura ao lado de dois menores: um deles segurando uma suposta submetralhadora e outro com uma pistola. A imagem sugere que eles estejam atirando em um alvo, no meio da rua.
Segundo o Coronel da Polícia Militar Renato Armando Alves, o suspeito alegou em depoimento que está em férias e que fazia um treinamento com o cunhado e o sobrinho, utilizando armas de brinquedo. O material foi apreendido e será encaminhado para perícia.
“O comércio e a fabricação de armas de brinquedo são proibidos desde 2003. Além disso, apesar de ele estar à paisana e de férias, está expondo a imagem dele e da corporação”, disse o coronel.
Justiça
O Juiz da Infância e Juventude de Ribeirão Preto, Paulo César Gentile, afirmou que convocará o policial para prestar esclarecimentos na próxima semana. Segundo Gentile, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) determina crime a venda ou o fornecimento de arma, munição ou explosivo a menores.
Gentile explicou que o soldado poderá responder infração administrativa ou ser indiciado criminalmente, cuja pena varia de três a seis anos de prisão. “Crianças e adolescentes têm o direito de não serem expostos a situações como essa. São imagens muito fortes, principalmente nos tempos de violência em que nós vivemos", disse.
Para ler mais notícias do G1 Ribeirão e Franca, clique em g1.globo.com/ribeirao. Siga também o G1 Ribeirão e Franca no Twitter e por RSS.
Coronel Renato Armando Alves mostra arma de brinquedo utilizada pelo policial em Ribeirão Preto (Foto: Chico Escolano/EPTV)Coronel Renato Armando Alves mostra arma de brinquedo utilizada pelo policial (Foto: Chico Escolano/EPTV)

setembro 18, 2012

Policia de Acreúna prende dois homens após furto em menos de15 minutos.

A guarnição composta pelo 1º Ten Dário e Cb Lopes prendeu nesta terça-feira dois homens que acabara de furtar dois aparelhos de celular. Segundo a vitima apos sai do caixa do Restaurante do Vovô, deixou os aparelhos sobre a mesa e, quando voltou não mais viu, percebeu então que havia passado dois homem a qual levantou suspeitas, ao aborda-los encontrou os aparelhos com os mesmo. ambos foram levados para a Delegacia de Policia Civil.  


Número de mulheres presas cresce 66% no Rio.


Não é apenas no mercado de trabalho que a participação feminina vem aumentando. No mundo do crime, por exemplo, a presença das mulheres é tão grande que, nos últimos cinco anos, a população carcerária feminina cresceu mais do que a dos homens. O total de mulheres detidas nos presídios do Estado do Rioaumentou 66% desde 2007 contra crescimento de 40% de presos (leia mais). Em 2010, a modelo Agnólia Lúcio da Silva, de 24 anos, foi presa em flagrante ao desembarcar na Rodoviária Novo Rio, na zona portuária da capital, com 1 kg de crack. Ela vinha de São Paulo e chamou a atenção pela beleza


FONTE:http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/fotos/numero-de-mulheres-presas-cresce-66-no-rj-20120906.html

INTENÇÃO DE VOTO PARA PREFEITO ESPONTÂNEO RESULTADO GERAL - EXATA OPINIÃO PÚBLICA

Rejeição ao voto para prefeito de Acreuna - Go.

LEI QUE FIXA O EFETIVO DA POLICIA MILITAR






Projeto de lei pune emissora de rádio ou TV que interferir em ação policial.

A Câmara analisa o Projeto de Lei 3801/12, que inclui entre os casos de abuso do exercício de liberdade da radiodifusão o ato de “interferir em ação de autoridade policial, impedindo ou dificultando sua realização, mediante divulgação ao vivo de comunicação com suspeito, acusado ou praticante de ato ilícito”.

A proposta, da deputada Bruna Furlan (PSDB-SP), foi motivada pela cobertura do sequestro e cárcere privado da jovem Eloá Cristina Pimentel, que foi assassinada pelo ex-namorado durante tentativa de resgate pela força policial, em 2008, em Santo André (SP).

“O acesso telefônico direto de jornalistas ao sequestrador, a transmissão ao vivo das conversas e a exposição midiática da operação contribuíram para frustrar as negociações e levar ao trágico desfecho”, afirmou a deputada.

A proposta altera o Código Brasileiro de Telecomunicações (Lei 4.117/62), que já enquadra 11 condutas como abuso do exercício de liberdade da radiodifusão, entre elas: incitar a desobediência às leis ou decisões judiciárias; divulgar segredos de Estado ou assuntos que prejudiquem a defesa nacional; ultrajar a honra nacional; e fazer propaganda de guerra ou de processos de subversão da ordem política e social.

As penas previstas para as emissoras infratoras vão desde advertência e multa até suspensão e cassação da concessão de radiodifusão, dependendo da gravidade do caso.

FONTE: http://www.pm.go.gov.br/site/index.php?mod=portal/pmgoLerMateria&idM=58279

setembro 15, 2012

Ladrão preso em flagrante pela 29ª CIPM.




Na madrugada de sábado (15/09), no último ônibus da noite que leva ao Setor Tempo Novo, uma senhora voltava da igreja e, ao desembarcar do veículo, foi surpreendida por um elemento que, simulando estar armado, tomou lhe a bolsa e saiu correndo.

Patrulhando a região, a RP2039 (cabo J. Sousa e soldado S. Neto) avistou o crime e passou a acompanhar o elemento, tendo sucesso em alcança-lo a alguns metros do ponto de ônibus, em uma mata onde inutilmente tentou se esconder.

Recém-saído da cadeia, onde cumpriu pena pelo crime de Tráfico de Drogas, e ainda sob liberdade condicional, o criminoso foi apresentado à delegacia e autuado em flagrante pelo crime de Roubo.

FONETE:http://www.pm.go.gov.br/site/index.php?mod=portal/pmgoLerMateria&idM=58242

setembro 11, 2012

Sonífero faz pai de família acordar de coma de 7 anos .




Ayanda Nqinana, um sul-africano de Johannesburgo, acordou de um coma de sete anos graças a uma pílula para dormir, chamda Stilnox.
Em 2005, Ayanda estava viajando de carro quando sofreu um acidente, segundo o site News 24. A batida o deixou com várias lesões no cérebro, e os médicos disseram que ele nunca conseguiria se recuperar.
A mulher de Ayanda, chamada Nomfundo, explicou o que aconteceu, de acordo com o Huffington Post:
— Seus olhos não conseguiam seguir nenhuma direção. Se você falava com ele, até se você fosse de um lado para outro, ele não seguia. Ele não podia falar. De jeito nenhum.
Nomfundo viu uma reportagem sobre o Stilnox e seu sucesso em casos do tipo em um jornal local, e insistiu que dessem a droga para o marido.
Menos de uma semana depois, Ayanda acordou. Ele conseguia conversar, reconhecer familiares e até lembrou de conversas passadas.
Ayanda se lembrou até da filha, Ayavuya. Sua mulher contou ao TimesLive.co.za que a filha ficou tão feliz que ficava dizendo: “Mãe! O papai lembra do meu nome!”.
O remédio
Stilnox, também conhecido como Ambien, é um medicamento prescrito para o tratamento de insônia. Ele te faz dormir, basicamente.
Ele contém Zolpidem, que, segundo estudos, aumenta a circulação sanguínea no cérebro, particularmente em áreas que envolvem a compreensão de linguagem.
Os estudos que tentam relacionar a reabilitação de AVC e o Stilnox ainda estão sendo feitos — portanto, nada é conclusivo ainda.
John White, no Centro de Reabilitação Moss, na Filadélfia, Estados Unidos, está liderando um estudo sobre o caso, segundo o tabloide Daily Mail.
Até agora, ele descobriu que menos de 10% das vítimas de AVC respondem à droga.
— Ainda não estamos aptos a aconselhar famílias sobre como usar essa droga clinicamente, porque as pesquisas ainda estão em estágios iniciais.

Trabalhador tem a mão amputada após pedir salário atrasado na Índia.

Um trabalhador indiano teve a mão esquerda amputada por seu patrão após ter pedido o pagamento de um salário atrasado, informou nesta terça-feira (11) uma fonte da polícia local.
Segundo a fonte, citada pela agência oficial PTI, o fato ocorreu no último sábado em uma loja de bebidas clandestina do distrito de Garwha, no estado de Jharkhand, no norte do país.
A amputação foi feita depois que Aliar Razwar pediu ao seu chefe, Lal Mani, que lhe pagasse uma dívida de 10 mil rúpias (R$ 365), pendente há um ano
Após a agressão, Mani abandonou à vítima em uma linha de trem próxima, mas, logo depois alguns camponeses encontraram Razwar e o levaram a um hospital da região.
A polícia está investigando o crime e por enquanto prendeu apenas uma pessoa envolvida.

setembro 10, 2012

Dona de casa convive com objeto esquecido na barriga há cinco anos.

Uma dona de casa de Belo Horizonte descobriu, após cinco anos, que está com um objeto estranho alojado em seu abdômen. O drama de dona Rosângela, 54 anos, começou após uma cirurgia no intestino, realizada no Hospital Municipal Odilon Behrens. Um mês depois da operação, ela percebeu que os cortes não cicatrizavam. Ao procurar uma unidade de saúde, foi retirada uma gaze de um dos cortes, que começaram a cicatrizar após a retirada do objeto.
Durante os últimos anos, Rosângela conviveu com frequentes dores abdominais, que dificultavam até mesmo a realização das tarefas do dia a dia. Ela foi em vários hospitais e unidades de saúde, consultou com diferentes médicos tentando esclarecer o problema, mas sem sucesso. Ao fazer uma exame de raio-X por conta própria, a dona de casa descobriu o objeto, de aproximadamente cinco centímetros, alojado em seu abdômen.
Depois da descoberta, ela procurou a direção do hospital responsável pela cirurgia. Apesar de não saber identificar qual é o objeto, o diretor da unidade se comprometeu a dar toda a assistência necessária para resolver o problema da dona de casa.

FONTE:http://noticias.r7.com/minas-gerais/noticias/dona-de-casa-convive-com-objeto-esquecido-na-barriga-ha-cinco-anos-20120910.html

setembro 09, 2012

Caminhoneiros morrem em acidente na BR-060, próximo a Acreúna, Goiás.


Segundo a Polícia Rodoviária, veículos bateram de frente no km 315.
Com a colisão, um dos veículos pegou fogo e motorista morreu carbonizado.



Carreta que transportava cimento bate em veículo carregado de gesso (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Dois caminhoneiros morreram na manhã desta quinta-feira (28), em um acidente na BR-060, km 315, próximo a Acreúna, a 153 quilômetros de Goiânia. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma carreta carregada de cimento e outra de gesso bateram de frente. Por causa da colisão, o veículo que transportava gesso pegou fogo e o motorista morreu carbonizado.
O acidente aconteceu por volta das 11h e até as 15h30 equipes da PRF e do Corpo de Bombeiros ainda estavam no local. O trânsito ficou lento e foi parcialmente liberado por volta das 14h30. A PRF ainda não informou a identidade das vítimas.

Fotos do acidente com aeronave em Acreuna-GO.

Foto tirada antes do acidente.
As vítimas são o piloto da aeronave e três garotas; Franciely Alves Freitas, 19 anos, Andressa Alves, 14 anos, e Nívia Maria Gomes Barros, 24 anos.

Franciely e Andressa são irmãs. por telefone o sogro de Franciely, o empresário Afrânio Rodrigues da Costa, disse que ela deixa uma filha de 5 meses de idade.











Jovem que espancou ciclista é condenado a mais de três anos de prisão na Inglaterra.


Um britânico foi atacado na Inglaterra, enquanto andava de bicicleta, por um jovem que pulou da janela de um carro para espancar o ciclista.
Philip Elliott, de 51 anos, foi atacado enquanto andava de bicicleta por Daniel Miller, de 22 anos. O jovem foi acusado de pular do carro onde estava e surpreender o ciclista antes de bater repetidas vezes em seu rosto e prensar sua cabeça no chão.
Depois de bater em Elliott, Miller voltou para o carro e fugiu.

O ataque deixou Elliott com um osso do rosto quebrado, uma fratura no globo ocular e hemorragia cerebral. Após o julgamento, Miller foi condenado por dano físico agravado intencional. O juiz do caso condenou o inglês a uma pena de três anos e três meses.

Segundo o tabloide inglês The Sun, testemunhas que viram o episódio acharam que Elliott estava morto. Uma das testemunhas ouvidas pela polícia afirmou que Miller “pegou Elliott pelo pescoço e o esmagou no chão”.

Em depoimento, Elliott disse que estava voltando do trabalho quando um carro parou na sua frente e Miller desceu do veículo.

— Eu achei que ele estava gritando com outra pessoa. Eu ia desviar do carro quando ele me bateu. Ele realmente me bateu muito forte, tenho sorte de estar vivo. O que ele fez comigo foi errado. Eu sofri várias fraturas no rosto e tive que ficar de licença do trabalho.

Elliott afirmou que, após o ataque, tem medo de sair na rua à noite.

— Tenho sofrido de dor de cabeça e me esqueço das coisas. Não me sinto seguro.

Segundo a polícia, antes do acontecido, Miller havia bebido cerca de dez litros de cerveja em um bar da região.

setembro 07, 2012

Após ficar viúva, britânica de 80 anos volta às passarelas1.


Uma britânica de 80 anos voltou à passarela para um desfile de moda depois de ficar viúva.
Marion Finlayson, uma professora aposentada de Aberdeen, na Escócia, chegou a trabalhar como modelo entre o final da década de 1940 e o início a década de 1950. Nesta semana, ela retomou a atividade participando de um desfile organizado na cidade no 50 Plus Festival, um evento de voltado para a participação de idosos.
"Adorei. Não fazia isto desde que era estudante, no final da década de 40. Por sorte, eu não fico mais nervosa, então, apenas fui até lá e me diverti muito."
"Trabalhar como modelo era algo diferente e eu, definitivamente, faria de novo. Se alguém pedir vou tentar, é melhor do que passar roupas", disse Marion.
Período difícil
Depois que desistiu da carreira de modelo, Marion começou a lecionar para crianças e se casou com Bruce Finlayson, com quem teve dois filhos. Agora, Marion também tem dois netos.
A modelo contou que a época da morte do marido foi um período difícil. "Meu marido, Bruce, morreu há um ano e meio atrás, depois de 54 anos de casamento, um casamento muito bom. Tive muita dificuldade de superar isto", disse.
  • BBC
    Marion Finlayson durante desfile na adolescência
"Desfilar realmente ajudou. Encontrei muitas pessoas novas, mais jovens, o que acho bom. Até meu personal trainer musculoso, usando um tartan, me acompanhou na passarela", acrescentou.
A britânica afirma que, para continuar com suas atividades, ela mantém uma rotina de exercícios físicos. "Gosto de ser ativa. Faço ioga, pilates, exercícios aeróbicos toda semana. Meus netos também dão trabalho, estão sempre correndo por aí", contou.

setembro 06, 2012

Justiça remarca audiência de caso de menino que teve olho colado; veja como ele está.

A Justiça do Rio remarcou para o próximo dia 11 a audiência do caso do menino que teve o olho colado. O garoto conseguiu abrir o olho por completo somente após 35 dias. A médica que fez o procedimento quecolou o olho do menino Bruno, de um ano e oito meses, em julho, não foi à audiência, marcada para esta quinta-feira (6). olho-colado-descolado-450


A sessão aconteceria no juizado especial no Fórum da Taquara. A médica Rachel Barbedo Pedrosa informou à Justiça que estava em um congresso e por isso não pode comparecer. 

Os pais do menino de um ano e sete meses, Fabiano Mendonça e Gilmara Duarte, acusam a médica de lesão corporal leve. Mendonça disse que ele e a mulher só queriam ouvir um pedido de desculpa da médica. 

— O olho do Bruno só conseguiu abrir no 35º dia. A cola só saiu por completo do cílio após 40 dias. Qualquer profissional pode errar. O problema foi o atendimento que meu filho recebeu depois do erro. Só quero ouvir um reconhecimento de culpa. 

O juiz Marcelo Pereira da Silva, que presidiu a audiência especial, explica que normalmente um pedido de desculpa desarma o outro lado e é o principal passo para um acordo. 

— Embora esse caso seja da vara criminal é possível chegar a um acordo civil, que extingue a punibilidade. A mediação, que talvez não se aplique a esse processo, tem muito êxito, pois o que uma das partes quer geralmente é atingir o comportamento das pessoas. 

O advogado João de Baldaque Mestieri, que representou a profissional na audiência desta quinta-feira, preferiu não comentar o caso.
FONTEhttp://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/medica-nao-aparece-e-justica-remarca-audiencia-de-caso-de-menino-que-teve-olho-colado-20120906.html.