sexta-feira, 23 de novembro de 2012

lista com mais de 20 nomes de policiais de MG marcados para morrer, teria sido feita pelos integrantes do PCC.


A Polícia Civil de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, investiga a possível relação entre registro da queima de carros de policiais na cidade e ataque do PCC em Minas. Na madrugada desta quinta-feira (22), um Corsa de um sargento da Polícia Militar e um Monza de um soldado da mesma corporação foram queimados no bairro Cidade Alta, que é uma região conhecida na cidade como Morro da Copasa. Após o registro desses crimes, a polícia ainda tomou conhecimento de mais quatro ataques, sendo três frustrados. Os fatos envolveram dois veículos que pertenciam a policiais militares e foram vendidos recentemente, o carro de um segurança particular e uma caminhonete, que estava estacionada em frente à casa de um detetive da Polícia Civil.
Populares informaram aos policiais militares que viram dois homens em uma motocicleta preta trafegando pela região onde ocorreu os ataques. Porém, até a manhã desta sexta-feira (23), ninguém havia sido identificado ou preso.
No último fim de semana, uma ameaça de ataques da organização criminosa paulista em Minas Gerais colocou as Polícias Militar e Civil em estado de alerta. Uma ligação entre membros da organização teria sido interceptada num presídio no Triângulo Mineiro. Após o alerta, policiais militares e civis saíram de quartéis e delegacias com armamento pesado. A informação recebida foi que unidades policiais das cidades de Belo Horizonte, Betim, Contagem e Ribeirão das Neves estariam na mira dos bandidos paulistas. Além desses indícios, foi comunicado por fontes das polícias que uma lista com mais de 20 nomes de policiais marcados para morrer teria sido feita pelos integrantes da facção. Três veículos - uma caminhonete Hilux, um Audi e um Gol - estariam sendo usados para fotografar policiais, delegacias e batalhões que seriam alvo dos criminosos paulistas
FONTE:http://www.blogdoesteves.com/2012/11/lista-com-mais-de-20-nomes-de-policiais.html

Nenhum comentário: