sábado, 15 de dezembro de 2012

Ex-PM é acusado de fraude no consignado.

Homem propunha a aposentados da corporação reduzir o valor das parcelas de empréstimo, mas renovava o financiamento
Um ex-policial militar é acusado de fraudar a recontratação de empréstimo consignado para servidores aposentados. Gildásio Santos da Silva, de 59 anos, apresentava-se às vítimas como advogado ou representante de instituição financeira e propunha o ingresso de ação revisional para diminuir o valor das parcelas. Em vez disso, os contratantes de empréstimo caíam no golpe assinando procuração que dava autonomia ao fraudador para que ele renovasse o financiamento.
O advogado Luiz César Lopes, que representa uma comissão de 30 aposentados da Polícia Militar (PM), acredita que os golpes eram praticados desde abril deste ano e que mais de mil clientes podem ter sido lesados. Não há cálculo do prejuízo, mas a projeção do titular da Delegacia do Consumidor (Decon), Itamar Lourenço, é de que a fraude tenha movimentado cerca de R$ 400 mil.
Esquema
Segundo o delegado, Gildásio foi expulso da corporação, mas o conhecimento dos trâmites na Polícia Militar facilitou a prática. Para o advogado, outros funcionários públicos podem ter envolvimento com o crime, mas as investigações devem se estender aos bancos, considerando-se o volume de renovações feitas. Os clientes perceberam o golpe com o desconto feito em folha, maior do que o de costume.
“O golpista foi intimado e ouvido. A justificativa que ele deu era muito descabida. Como eu contestei a versão dada, ele disse que só falaria em juízo”, conta o delegado Itamar Lourenço. O advogado já obteve liminar para anulação de dez empréstimos recontratados de forma ilícita. “Gildásio falsificava a assinatura da vítima ou a conseguia de forma correta, mas sem o consentimento para esse fim”, afirma o advogado Luiz César. O ex-PM é investigado em liberdade.

2 comentários:

SEBBA E LOPES ADVOGADOS ASSOCIADOS disse...

Estamos representando as vitimas para pedir ao judiciário a imediata suspensão dos descontos. Contato: 3095-5909/9271-7784

SEBBA E LOPES ADVOGADOS ASSOCIADOS disse...

Estamos congregando as vítimas desse golpe para ajuizarmos ação pedindo a suspensão imediata dos descontos. Já conseguimos algumas liminares. CONTATO: 3095-5909 / 9271-7784 - sebba e lopes advogados associados