fevereiro 24, 2014

Vídeo mostra troca de tiros entre polícia e assaltantes em Itamonte, MG

Quatro pessoas da mesma família foram presas em Indiara 21-02-2014

fevereiro 23, 2014

Troca De Tiros Entre Policiais E Assaltantes Deixa 9 Mortos Em Minas Gerais

Criminosos foram cercados após explosão a caixa eletrônico em Itamonte. 
Pelo menos 9 suspeitos foram mortos na ação e 5 pessoas ficaram feridas.





Uma troca de tiros entre uma quadrilha de assaltantes e policiais terminou com a morte de pelo menos nove criminosos e deixou cinco feridos, entre eles três policiais civis, durante a madrugada deste sábado (22) emItamonte (MG). Segundo a Polícia Civil,  a quadrilha agia em várias cidades do interior de Minas Gerais e de São Paulo.

Segundo a Polícia Civil, por volta das 2h os criminosos explodiram caixas eletrônicos do Banco Bradesco e durante a ação, foram cercados pelos policiais, que já tinham informações sobre a possibilidade do assalto. O grupo estava dividido em sete carros e se dirigiu para duas agências da cidade. Segundo informações divulgadas em nota pela assessoria do Governo do Estado, os criminosos pretendiam também dominar o pelotão da Polícia Militar na cidade. Durante a ação, houve troca de tiros e nove suspeitos morreram baleados. Os corpos foram levados para o IML deSão Lourenço (MG), Pouso Alegre e Itajubá (MG)

De acordo com as primeiras informações da polícia, oito suspeitos mortos eram de Mogi das Cruzes (SP) e um era de Itanhandu (MG). Três policiais civis foram atingidos por disparos feitos por fuzis. Eles foram socorridos em um helicóptero e levados para São Paulo (SP). Dois criminosos também ficaram feridos e foram internados em estado grave.

Quase 200 policiais civis e militares de Minas Gerais e de São Paulo participaram da ação. A Polícia Rodoviária Federal também apoiou a operação. Embora os policiais tenham cercado a cidade, alguns criminosos conseguiram fugir. Segundo o chefe do Departamento de Polícia de Pouso Alegre (MG), João Eusébio Cruz, a quadrilha já vinha sendo investigada há pelo menos três meses e ele acredita que ela seja formada por 20 pessoas.



Um homem de 26 anos foi preso pela Polícia Civil de Mogi das Cruzes em um condomínio de luxo na cidade de Arujá (SP). Com ele, foram apreendidos uma moto, veículos e dinheiro manchado com tinta vermelha, proveniente do sistema de segurança dos caixas eletrônicos. Outro homem suspeito de integrar a quadrilha foi preso em Pindamonhangaba (SP).
Durante da ação em Itamonte foram apreendidos fuzis, espingardas calibre 12, pistolas, dinamites, munições e coletes à prova de bala.

Com este caso foram registradas oito ocorrências de ataques a caixas eletrônicos neste ano no Sul de Minas. Em 2013, o número foi de 77 casos na região.

7ª CIPM - Polícia finaliza caso dos roubos de tratores. Quadrilha compos...


No dia 4 de novembro de 2013, aconteceu um caso de roubo de tratores em Mineiros e região. Naquele momento, o crime não havia sido desvendado por completo. Mesmo assim, as polícias Militar e Civil não arquivaram o caso e continuaram com seus trabalhos.
Recentemente, a polícia promoveu uma intensa investigação que resultou na prisão de várias pessoas, desmantelando assim, uma quadrilha especializada em roubo de máquinas agrícolas em Goiás.
Segundo informações repassadas pelo major Carlos Ailton nesta quinta-feira (20/02), foram apreendidos, ao total, tratores, agrotóxicos e uma arma de fogo, entre outros itens. Em Mineiros, foram presas quatro pessoas. Em Acreúna, mais quatro envolvidos.
Ouça agora a entrevista completa com o comandante da Polícia Militar de Mineiros, que esclarece com detalhes o caso:













fevereiro 22, 2014

Agressor de policial está no cadastro de reserva de concurso da própria PM


Rafael Soares, torcedor do Goiás que deu um pontapé em militar no Serra Dourada, admite ao responsávelpela segurança no estádio que tenta entrar na corporação O torcedor Rafael Soares da Silva, que agrediu um policial no estádio Serra Dourada no último sábado, durante o clássico entre Vila Nova e Goiás, foi aprovado e está em cadastro de reserva do concurso para soldado da própria PM. A revelação foi feita pelo agressor ao comandante do policiamento no Serra Dourada, major Clauber Freitas. Rafael Soares da Silva foi detido e autuado por lesão corporal, mas acabou liberado na noite de sábado, assim como outros 41 detidos pelas inúmeras confusões no estádio. A identificação do agressor e de outros brigões só foi possível graças ao sistema de monitoramento do estádio Serra Dourada, inaugurado recentemente. De acordo com Clauber Freitas, mesmo após a prisão o torcedor do Goiás negou que tenha dado um pontapé em um policial e afirmou que havia prestado concurso para entrar na própria corporação. - Eu trouxe ele (Rafael) na sala de monitoramento e fiz questão que ele mesmo se identificasse na imagem. Porém, ele negou que tenha dado o chute e ainda falou que fazia parte do cadastro de reserva do concurso de soldado da polícia militar – afirmou o Major Clauber Freitas. saiba mais Para a PM, o novo sistema de monitoramento facilitará a identificação de vários infratores. Imagens do clássico entre Goiás e Vila Nova flagraram pessoas consumindo drogas dentro do estádio e também várias confusões fora do Serra Dourada, como uma briga em que um torcedor parte para cima de outro com uma motocicleta. A polícia militar promete maior rigidez com os infratores. - As imagens que temos são bem claras e podemos identificar vários elementos a partir delas. Podem ter certeza que vamos ir atrás destas pessoas – finalizou o major Clauber. Fonte: globoesporte.com

fevereiro 19, 2014

Ladrões violentos de Niterói ostentam armas e produtos roubados; polícia tenta identificar bando

Depois de prender Rogério Inácio dos Santos, suspeito de tráfico de drogas e assaltos, a Polícia Civil do Rio encontrou no celular dele imagens de criminosos ostentando armas e produtos roubados. Segundo as investigações, o bando, do que qual Rogério Santos fazia parte, costuma praticar assaltos violentos em Niterói, na região metropolitana do Rio. Nos vídeos (assista abaixo), o grupo aparece comemorando os carros que foram roubados. Eles também exibem pistolas para a câmera. Uma vítima do bando, que teve o automóvel roubado, contou à reportagem da Record que viu as imagens na delegacia e que reconheceu dois suspeitos. — Apontaram a arma para a minha barriga. Gritavam, falavam palavrões, foram super agressivos. A polícia conta com a ajuda da população para chegar à identidade dos integrantes do bando e ao esconderijo deles.

fevereiro 14, 2014

Bancários são obrigados a roubar dinheiro para resgatar família em Acreúna- GO

Funcionários foram ao banco sacar valor após parentes serem feitos reféns. Suspeitos libertaram as vítimas e fugiram por rodovia com o dinheiro. As casas de dois funcionários de uma agência bancária foram invadidas por um grupo de cinco homens em Acreúna GO. Os suspeitos estavam armados e obrigaram os bancários a sacar dinheiro direto do cofre da agência para liberar as vítimas. Segundo a polícia, elas ficaram reféns por cerca de 12 horas. Ainda de acordo com a polícia, uma dos funcionários relatou que o grupo o abordou enquanto ele entrava em casa com a mulher. Os assaltantes levaram o casal até a casa do segundo empregado, onde mais cinco pessoas foram rendidas. “Houve um planejamento. As duas famílias dos dois funcionários foram rendidas e mantidas presas até que, no dia seguinte, os dois servidores do banco pudessem ir até a agência retirar o dinheiro exigido pela quadrilha”, explicou o delegado Danilo Fabiano. Enquanto os criminosos aguardavam a volta dos dois funcionários com o dinheiro, as esposas e crianças com idades entre três e cinco anos foram levadas para uma mata às margens da BR-060, a cerca de 30 km da cidade. Neste local, os reféns ficaram por mais de cinco horas em poder dos sequestradores, até a chegada do dinheiro. Ao receberem o dinheiro, os ladrões liberaram os familiares dos bancários e fugiram pela rodovia. O banco não divulgou o valor retirado do cofre pelos funcionários. A polícia afirma que já tem possíveis suspeitos de terem cometido a ação.

COD em incineração de drogas na cidade de Jataí/GO


fevereiro 06, 2014

Plantio de 475 pés de maconha encontrado pela PM em Santa Helena é destruído





Por volta das 14h23min, do dia 05/02/2014 foi recebida informação de que havia um plantio e cultivo de substância entorpecente maconha, em uma propriedade rural próximo a cidade de Santa Helena de Goiás. A viatura do GPT 4419 composta pelo sargento Sobrinho, cabo Pereira, cabo Gean e soldado Leander, juntamente com a viatura 5818 composta pelo capitão Dário e sargento Dark, deslocaram até o local do fato onde adentraram em uma mata de reserva legal na fazenda Santa Maria, sendo identificado que realmente existia o cultivo da referida substância psicoativa, porém o autor não foi identificado.
No local de difícil acesso, há uma distância aproximada de 10 km de Santa Helena, sendo boa parte do trajeto no meio de uma mata fechada, estavam sendo cultivados 475 (quatrocentos e setenta e cinco) pés de maconha. Após as autoridades competentes serem informadas e feita a devida perícia, o cultivo foi destruído e incinerado no local pelos policiais militares, com apoio do Corpo de Bombeiros para controle do fogo. O proprietário das terras, em decorrência de possuir uma extensa propriedade, não tinha conhecimento do fato.

PMGO